Ir para o conteúdo

Já falamos na Attento sobre como um síndico deve agir perante o alto índice de inadimplentes. Por lei, regimento interno e bom senso, existem maneiras amigáveis que iniciam tal negociação. Porém, se você é condômino e se perdeu na organização financeira e não consegue pagar o condomínio, preparamos este artigo a você. Fique atento às dicas ao longo deste artigo!

 

Com dificuldade para pagar condomínio? Entenda o que está acontecendo!

Os motivos

Alinhar com os membros da família (quando estes moram no mesmo apartamento) todos os gastos e possíveis motivos para o desfalque financeiro é extremamente importante. Mantenha uma planilha atualizada de todas as entradas e saídas e perceba se há equilíbrio. Muitas pessoas por confiarem na capacidade de memória acabam deixando passar alguns gastos que, futuramente, dificultam até de pagar o condomínio. Na planilha, é possível estabelecer este último como extrema prioridade. Mais à frente, ainda neste artigo, lhe faremos uma pergunta importante para o processo.

As consequências

Aquele com dificuldade de pagar o condomínio é primeiramente acionado de forma amigável pelo síndico. Geralmente, tem-se uma conversa de negociação para chegar a um acordo. Quando você se nega a pagar ou simplesmente não possui o dinheiro tampouco a possibilidade de entregar rapidamente o imóvel, o caso é levado à justiça. Para isso não ocorrer, siga as dicas abaixo com atenção.

 

E agora, o que fazer?

Converse com o síndico

Ele é o primeiro que vai te ajudar. Transpareça sua situação, aponte os motivos de não ter conseguido pagar o condomínio e apresente suas soluções. É importante que a dívida não esteja fortemente acumulada. Evite que isso aconteça. Converse com o síndico desde o primeiro momento. Por cuidar diretamente das finanças do condomínio, é ele o profissional que preza pelo pagamento assertivo dos moradores.

Corte gastos

Agora que já montou sua planilha e percebeu que são gastos extras que se tornaram prioridade e, consequentemente, estão atrapalhando você a pagar o condomínio, corte-os. Na maioria das vezes, não é tão simples se livrar deles de uma vez. Contudo, procure não usar o cartão de crédito para produtos/serviços de prioridade mínima e, assim, as próximas faturas estarão mais acessíveis. 

 

Assinaturas de revistas ou streaming, academia, planejamento de viagem, festas e alguns outros gastos, quando atrapalham o pagamento da moradia, devem deixar de existir temporariamente. 

 

Afinal, você pode pagar pelo condomínio?

Responda a esta pergunta de forma transparente. Muitas das vezes o que leva uma pessoa não conseguir pagar o condomínio é a falta de receita para isso. Bancar status ou almejar um errôneo estilo de vida, como dito anteriormente, pode levá-lo à justiça. Busque por um condomínio mais acessível ao seu bolso, que não o faça cortar tantos outros gastos essenciais para sua vida, e acabe com o problema de inadimplência. 

Se a sua situação já está no vermelho no condomínio atual, é intransferível que a resolva antes da mudança, claro! 

 

E como o condomínio resolve rapidamente um rombo financeiro?

 

Síndico, você pode antecipar sua receita e manter a gestão financeira com a Attento. Somos uma empresa de administração condominial com produtos e serviço essenciais para o seu dia. Conosco, é possível gerir de forma mais tranquila as demandas prediais e dos moradores e, claro, o rombo financeiro oriundo de quem não conseguiu pagar o condomínio.

Respondemos a outras perguntas em uma página especial preparada para você e também em nosso blog. Solicite já um orçamento personalizado!

Role para cima