Ir para o conteúdo

O condomínio é o lar de muitas famílias e para garantir o bem-estar, conforto e a segurança de todos os moradores é essencial investir em manutenção no condomínio, principalmente as preventivas.

Primeiramente é importante explicar o que é a manutenção preventiva. É quando o prédio passa por análises estruturais e assim antecipa problemas futuros. Passam por esta análise encanamentos, rede elétrica, infiltrações, rachaduras, equipamentos entre outros itens que o síndico achar que é necessário.

O principal objetivo é preservar e conservar o empreendimento. Assim, garante a segurança dos moradores e evita gastos com manutenções emergenciais.

Realizar manutenções no condomínio, além de ser uma atitude preventiva para zelar pelos moradores é também uma obrigação legal dos síndicos. O Art. 1.348 do Código Civil aborda o que compete aos síndicos e no capítulo V fala sobre a manutenção no condomínio: “diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação dos serviços que interessem aos possuidores”. Ou seja, é obrigação do síndico manter em boas condições todas as partes comuns do condomínio.

Da mesma forma, as tarefas diárias de limpeza e verificação de alguns equipamentos também entram como parte da manutenção do bem comum. Para que não fique esquecida, coloque no seu cronograma um horário fixo para cumprir essas atividades e caso seja desenvolvida por algum terceirizado sempre converse com ele, peça um feedback do que foi feito e se há algo a ser pontuado.

Benefícios da manutenção no condomínio

  • Diminui os imprevistos;
  • Melhora a conservação do prédio;
  • Reduz os custos;
  • Diminui problemas técnicos com equipamentos, elevadores, luzes, portões e outros.
  • Ajuda na preservação e durabilidade de equipamentos;
  • Promove uma maior segurança para moradores e funcionários;
  • Possibilita planejamento a longo prazo.

Quais itens devem passar por manutenção?

A lista de itens que devem ser verificados durante a manutenção no condomínio é longa, veja alguns:

  • Casa do elevador;
  • Central de distribuição de gás;
  • Cobertura;
  • Extintores;
  • Para-raios;
  • Tomadas e interruptores;
  • Sistema de gás e água;
  • Estrutura (calhas, ralos e possíveis infiltrações);
  • Portões;
  • Playground;
  • Sistema de segurança;
  • Porta corta-fogo.

Para conseguir realizar todas as manutenções no condomínio, o síndico deve ter uma organização na sua gestão, e assim conseguir cumprir todos os prazos estipulados no planejamento anual.

Pensando em te ajudar na organização da manutenção do condomínio, a Attento disponibilizou um Checklist, assim você sabe quando cada item deve passar por manutenção e consegue se planejar com mais antecedência, possibilitando que você faça orçamentos com fornecedores e escolha com calma.

Neste documento você tem também as manutenções diárias de limpeza e verificação de equipamentos. O Checklist da Attento vai trazer ainda mais praticidade para o seu dia a dia, facilitando na organização e controle das tarefas do condomínio. Baixe o Checklist aqui.

 

Role para cima